"Varal Royal"

by Varal Royal

/
  • Streaming + Download

     

1.
03:57
2.
05:43
3.
4.
04:36
5.
03:38
6.
04:48
7.
02:24
8.
07:11
9.
03:39
10.
11.
04:10
12.
04:57
13.
04:08

about

Varal RoyaL is the first studio album by Varal Royal released on the March, 18th, 2015.

credits

released October 16, 2014

tags

license

all rights reserved

about

Varal Royal São Paulo, Brazil

Varal Royal é um power trio de rock alternativo formado em Avaré-SP. Apresenta um repertório que mescla o rock e o eletrônico. Concluiu em 2015 o primeiro álbum intitulado "Varal Royal" que pode ser baixado nesta plataforma em "Free Download". Atualmente está na gravação do seu segundo álbum "A Altitude Deve Ser Grande". ... more

contact / help

Contact Varal Royal

Streaming and
Download help

Track Name: Criança
Põe a semente pra virar arvorada,
criança inocente depois uma gentalha.
Tenho saudade dos tempos de criança,
dos tempos em que a liberdade estava no ar.

Mamãe, mamãe, me faz tetê, vai começar o Castelo Rá Tim Bum!!!

Contos de fadas sempre tive ao meu lado,
com eles também Chaves e Chapolin Colorado.
Tenho saudade dos tempos de criança.
Dos tempos em que a liberdade estava no ar.

Mal conseguia com o peso da almofada,
Branca de Neve era minha amada.
Tenho saudade dos tempos de criança,
dos tempos em que a liberdade estava no ar.

Mamãe, mamãe, me faz tetê, vai começar o Castelo Rá Tim Bum!!!
Bum, bum, bum, castelo rá tim bum!
Track Name: Nostálgico
Festa de cachorro quando o dono chega em casa
Toque de campainha, suave, mas que dê pra ouvir bem
Badalos de sinos entre goles de uísque
Garota mimada que não quer dançar, mas eu vou lá...
Quem dera eu poder mover os palitos Gina.

No espaço do sofá que você sentou um dia
Horas de palavras trocadas e olhares...
Em minha mente o pensamento de um beijo
Que desde então comecei a conduzir

Minha boca que tocou a sua
Minha boca quando toca a sua

Nostálgico, triste e feliz.

Minha boca que tocou a sua
Minha boca que tocou a sua
Minha boca quando toca a sua

Nostálgico: triste e feliz.

Sentado com você na escada ao lado da igreja
Eu, você e nossos perfumes perdidos na brisa
Marcando o belo momento só nosso
É o que eu idealizava, é o que eu sonhava
Você deitada em meu colo feliz e realizada
com uma pitada de tristeza para não perder a beleza

Minha boca que tocou a sua
Minha boca quando toca a sua
Minha boca já tocou a sua
Minha boca que tocou a sua

Nostálgico: triste e feliz.
Track Name: Sanatório de Ananda
Sinto muito meu amor, sei que estive um tempo diferente e ausente
Mas agora eu voltei e te trouxe um presente lá de Albuquerque

Se a nossa relação vai mal, se a nossa relação vai mal, a gente cria outra
Outra maneira de atuar, outra história pra contar com novos acidentes

Tranque todos os portões, sente-se aqui no chão, não deixe que eles me levem
Para a sessão de hipnose, pois ninguém acredita que eu sou o coiote que dança com a chuva

Suas memórias de amanhã, os seus presentes de Amsterdã, você está doente
Nós podemos até consultar aquela mulher do candomblé, como se chama?

É mãe Ivete!
Track Name: Baunilha
Doce encontro,nada premeditado
coisa de sujeito sem o predicado
Saindo de noite com a cortesia
de ir conhecendo a dama que seu sonho dizia
Em um parapeito diante a cidade
Coreto, calabouço, carrossel, alarde

Escancarado muro, muro de colibris
um do lado do outro esperando o chafariz
Esperando ele ser ligado,
água de uma fonte pra dar conta do recado

Marrom, calda caramelo, gourmet marrom,
calda caramelo, baunilha, gourmet

Bala de coco, bolo da confeiteira
Aroma que presilha em meu nariz lembrança em feira

Salve o toque do sino que chega badalando o vai e vem
Track Name: Ame
Mantenha o sonho de criança
Criança sim, vive o momento
Sonhos e fantasias que levam a sonhar

Não pensa em problema
Problema é ralar o joelho
A vida é bem mais leve
Não corre atrás do tempo

Esqueça a jornada de trabalho
Troque a caneta pelo lápis e comece a pintar

Lembro o quanto adorava ver o Papai Noel
O espírito natalino
Vista-se de Papai Noel no Natal

Esqueça a jornada de trabalho
Troque a caneta pelo lápis e comece a pintar

Pense o que é bom

Por isso ame, ame, ame, ame
Track Name: Nos Trinques
Escuto o barulho do salto, é ela chegando
Eu em minha mesa já me arrumo
Corro pro espelho, borrifo perfume

Sento, respiro fundo, me preparo
Vem chegando a donzela gamada em grifes
Pisa elegante, toda fina

Veio de surpresa, poxa vida
Nem deu tempo de deixar tudo nos trinques

Nossa, a melhor visão da minha vida
Ingrid Mestiça entrou toda nua

Trajando somente um salto alto
Branco, limpo, reluzente
O cabelo despenteado, o rosto cru

Chama eu pra perto
Seu cheiro é natural
Sua boca convida meu beijo
Track Name: K de Copas
Revê conceito
Sobe livre
Conhece e teima
Reluz em luta

Enchido a cara
Respira imundo
No mundo carpe
Seu proferir

Marchando em paz, no trajeto trajado
Evoluindo sagas
Buscando coito, cópula, coito, coito, coito, coito, cópula

Pira em lentes
Decorrentes de correntes
Bajula, pula
Os carinhos e afagos
Inspira o bem
Flutua no mundo
Confia em paz

Evoluindo sagaz
Pega e faz
Track Name: Diamante
Construir um caminho seguro
fazendo da sua vida um mar aberto,
coberto, repleto de flores

Polir uma pedra reluzente
com fino trato, Babilônia
coração de diamante
que um dia as horas não tardam

Trarão

Caminho ladrilhado com o tempo te vi chegar
para ter o quê que há de melhor a ganhar
num compasso de peixinhos coloridos

Diamante em pedra bruta
é feitio rumo a forma
a forma tem rumo ao facto
o facto no rumo ao feito

Andar de amante,
pensar de amante,
olhar de amante,
perceber de amante
Track Name: Inezpicante
O prazer sempre busquei
logo pensando porém,
na calmaria
Eu e ela juntos nus
apreciando os quadros,
feitiço de Vênus

Com os amigos do bem
fomos para um ponto além
conhecer um anjo
Não a podíamos ver,
só sentir o ouvir,
seu tom aveludado

Se apresentou como Inez
Calor, euforia, calor, amor

Inezpicante
Track Name: Quarto Acorde
Tenho que ser forte mesmo com a sorte de ter encontrado você
Nossos desencontros me deixaram tonto, eu voei sem saber pilotar
Ah, eu não sei aonde isso vai dar
Sei que eu vou contra a que a moral me conta e me traz, faz parte de mim
Mas mesmo assim eu sou um bom rapaz, minha mãe diz que sim
E a minha avó confirma também
Ah, eu me acabo para adiar o fim do seu disfarce junto de mim
E se eu sou alguém de três acordes
Acordo sempre atrasado
E se eu sou alguém de três acordes
Acorde perto do meu quarto
Track Name: Luia
Eu diria que a venci
Diria que choveu
Que da chuva se escondeu
A tal se encolheu

Eu habito agora em mim
Pra te fazer feliz
A dama mais feliz
A que me escolheu

Eu senti
a paz que há aqui
É momento
mas eu sinto se me aguento

Eu senti
a paz que há aqui
Hábito que habito
pra ficar assim
Track Name: Copaíba
Copaíba
Nascidas as flores, eu diria teu nome assim
Bapaicó, bapaicó, Bapaicó, bapaicó

Copaíba
Nascidas as flores, eu diria teu nome assim
Bapaicó!

Houve um tempo que se formara
uma tempestade no jardim
porque assim foi...

Passado um vento, aqui este momento,
dançando com o tempo,perene contratempo
porque assim é.

Sete notas, sete vidas,
sete cores, sete dias
porque assim vai ser

Porque assim vai ser
Porque assim... vai...

Porque assim foi
Porque assim é
Porque assim que vai ser
Track Name: Vago
Bato firme lá
Corro a tender, afirmar
Danço tango com você
no palácio da vida, da vida

Embraço seu abraço, todavia
Chega sano pra meritar, ranço
Em bálsamo corpo no despir
Bebe baldes sem rumo fim

Traço coalhado embanda
Enfeita minha rama
Bala doce laranja tia
No ônibus da vida, da vida

Embraço seu abraço, todavia
Chega sano pra meritar, ranço
Em bálsamo corpo no despir
Bebe baldes sem rumo fim

Balão dango,
Dalai Lama
Cortina, xana, bola